Combater a desinformação e o discurso de ódio na Amazônia é um projeto do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social que visa fazer um levantamento de páginas e perfis que propagam conteúdo enganoso e construir campanhas estratégicas de enfrentamento no ambiente digital região da Amazônia Legal.

SOBRE O PROJETO

ESTAMOS PRESENTES EM

6 ESTADOS

REPRESEN
TATIVIDADE

Somos um grupo de trabalho formado por mobilizadores jovens, educadores, jornalistas/comunicadores, pesquisadores universitários, campo, cidade, indígenas, ribeirinhos, amazônicas em seu sentido amplo.

REPRESENTATIVIDADE

Somos um grupo de trabalho formado por mobilizadores jovens, educadores, jornalistas/comunicadores, pesquisadores universitários, campo, cidade, indígenas, ribeirinhos, amazônidas em seu sentido amplo.

PROCESSO DE TRABALHO

Participação em diferentes frentes de atuação com a temática de Desinformação e Amazônia com convite para mais de 50 instituições, movimento e entidades para chegar ao primeiro Grupo de Trabalho do Projeto em 2022 composto por 10 entidades, sendo oito da Amazônia Legal.

Após o levantamento dos dados pelo GT foram identificados 70 perfis que disseminam desinformação na região e feitas análises de conteúdo e comportamento de três estudos de caso para aprofundamento.

Em 2023, o Projeto iniciou sua segunda fase com a pesquisa concentrada nos perfis de figuras públicas de representação política. Foram formados três grupos de trabalho nos estados do Amazonas, Mato Grosso e Pará. O objetivo dos GTs têm sido monitorar políticos que disseminam desinformação, elaborar estratégias de enfrentamento e promover educação midiática.

 

Quais as dimensões da desinformação e do discurso de ódio na Amazônia Legal?

CAMPANHAS

A série Amazônia Livre de Fake lançou campanhas estratégicas com o objetivo de visibilizar, responsabilizar e desmonetizar empresas, mídias e perfis de redes sociais de políticos que têm disseminado desinformação na Amazônia Legal

Nós mapeamos 32 figuras públicas em 2023 com objetivo de identificar quais os tipos de desinformação são disseminadas e como se dá a circulação e o financiamento desse ecossistema em três estados do Norte do Brasil.

No Amazonas, foram identificadas 53 publicações contendo desinformação, disseminadas principalmente por Plínio Valério (PSDB/AM), Fausto Jr (União Brasil/AM), Adail Filho (Republicanos/AM) e Capitão Alberto Neto (PL/AM).

Clique para abrir:

Nós mapeamos 32 figuras públicas em 2023 com objetivo de identificar quais os tipos de desinformação são disseminadas e como se dá a circulação e o financiamento desse ecossistema em três estados do Norte do Brasil.

No Mato Grosso, identificamos 101 conteúdos com desinformação, disseminados principalmente por Abilio Brunini (PL/MT), Amália Barros (PL/MT)*, Mauro Mendes (União Brasil/MT) e Jayme Campos (União Brasil/MT).

*A deputada Amália Barros faleceu no dia 12 de maio de 2024.

Clique para abrir:

Nós mapeamos 32 figuras públicas em 2023 com objetivo de identificar quais os tipos de desinformação são disseminadas e como se dá a circulação e o financiamento desse ecossistema em três estados do Norte do Brasil.

No Pará, foram identificados 38 conteúdos com desinformação, publicados principalmente por Zequinha Marinho (Podemos/PA), Delegado Caveira (PL/PA), Eder Mauro (PL/PA) e Rogério Barra (PL/PA).

Clique para abrir:

No mês de junho de 2022, em parceria com o movimento Sleeping Giants Brasil, notificamos extrajudicialmente a maior gestora de ativos do mundo e principal acionista da Google, a BlackRock, informando sobre a ausência de transparência sobre anúncios eleitorais no Brasil e diferença de tratamento em relação aos países do norte global.  Após essa iniciativa, a Google publicou no país a biblioteca regional de anúncios de candidatos aumentando a transparência para as eleições de 2022. 

Clique para abrir:

Sobre

O Portal Novo Norte é um site de notícias criado em 2019 em Palmas (TO) por Pablo Carvalho. A página dissemina conteúdos hiper partidários falsos e manipulados com frequência alta em sua cobertura política diária. O site é financiado por assinaturas mensais coletadas através da plataforma Eduzz, que se identifica como empresa que potencializa talentos através de cursos. Em sua cartela de clientes além do Portal Novo Norte, consta Terça Livre e Eduardo Bolsonaro.

Ação

Notificação feita a partir da Política de Privacidade e Termos de Uso da plataforma Eduzz sobre a veiculação de desinformação e entregue as duas empresas. E mobilização nas redes sociais denunciando as empresas e solicitando apoio da sociedade civil para a campanha.

Clique para abrir:

A desinformação vem por formas diferentes, a partir da realidade de cada um dos portais e/ou veículos de comunicação. Por isso, atuamos em frentes diferentes:  

Ação Eleições 
Notificação feita a partir da Política de Privacidade e Termos de Uso da plataforma Youtube sobre a veiculação de desinformação. Além disso, a partir de um relatório e uma notificação extrajudicial entregamos ao Tribunal Superior Eleitoral o levantamento, que solicitou formalmente a retirada de alcance de alguns vídeos durante o período eleitoral.

Clique para abrir:


Ação Financiamento Público
A partir dos dados da pesquisa, percebemos a relação entre dinheiro público e financiamento da desinformação, a partir de representantes políticos. Por isso, publicamos artigos, vídeos e postagens sobre o tema para ligar o alerta na sociedade sobre isso.

Clique para abrir:

podcast

O GT

Conheça as 10 organizações que compõe o Grupo de Trabalho do Projeto.
Abaré (AM) é um coletivo formado por jovens jornalistas amazonenses, com enfoque em educação midiática e novas em comunidades periféricas da região metropolitana de Manaus.

Site: abare.jor.br
Cooperação da Juventude Amazônida para o Desenvolvimento Sustentável –COJOVEM (PA) é uma organização da sociedade civil que surgiu da vontade de jovens amazônidas para articular a cooperação entre lideranças na Amazônia na busca por melhorias sociais e climáticas.

Site: cojovem.com
Instituto Mapinguari (AP) é uma organização de pesquisa, proteção e educação socioambiental. Atua em áreas de conservação com o objetivo de promover a sociobiodiversidade e o empoderamento territorial através da valorização de cadeias socioprodutivas.

Site: mapinguari.org
Manxinerune Tsihi Pukte Hajene – MATPHA (AC) é uma associação civil de apoio às organizações, povos e comunidades indígenas na defesa e promoção dos direitos humanos, coletivos e difusos relativos ao patrimônio territorial, ambiental, artístico e cultural dos povos indígenas.

Site: matpha.org
Mídia NINJA é uma rede de comunicação livre que busca novas formas de produção e distribuição de informação a partir da tecnologia e de uma lógica colaborativa de trabalho. Site:

Site: midianinja.org
Casa NINJA Amazônia é um centro digital que mobiliza colaboradores para uma rede de suporte permanente da Amazônia. Promove uma programação contínua de rodas de conversas, workshops, encontros, reuniões e campanhas voltadas às agendas de combate aos retrocessos ambientais, assim como para contar as potências e histórias da Amazônia profunda.

Site: casaninjaamazonia.org
Coletivo Jovem Tapajônico é um grupo multiplicador de informações e formações de jovens que visa discutir problemáticas associadas às causas ambientais.

Instagram: @coletivojovemtapajonico
O grupo Mídia, Conhecimento e Meio Ambiente: olhares da Amazônia pesquisa representações informativas, midiáticas, comunicacionais, cinematográficas e jornalísticas de vulnerabilidades e enfrentamentos socioambientais aos danos ambientais e às mudanças climáticas em Roraima, na Amazônia e no Brasil.

Acessar Site
Instituto Vero é um instituto formado por pesquisadores e comunicadores digitais comprometidos com a proteção da democracia, a promoção do discurso online e a construção de soluções para o combate à desinformação. Site:

Site Vero
Sleeping Giants Brasil é um movimento de consumidores engajados em promover accountability da mídia, das plataformas e do mercado publicitário através de campanhas focadas em exigir Responsabilidade Social de empresas no combate à desinformação e aos discursos de ódio.

Site: sleepinggiantsbrasil.com

relatórios

Faça o download dos relatórios do projeto e confira nossos dados e resultados.
2023
Relatório Final
2024
Relatório Final

Nosso contato

Preencha nosso formulário para realizar denuncias, criticas ou sugestões ao projeto